Projetos de Investigação do Ensino Médio

Home/Comunicados, Ensino Médio, Mural, Notícias/Projetos de Investigação do Ensino Médio

Projetos de Investigação do Ensino Médio

Projetos de Investigação

Num momento em que a proposta é a reformulação do Ensino Médio com base na escolha dos alunos, temos grande satisfação em afirmar que o Colégio Nossa Senhora do Morumbi oferecerá Projetos de Investigação e iniciação científica, na 1ª e nas 2ª séries, ampliando o repertório cultural e desenvolvendo habilidades e competências imprescindíveis ao universo acadêmico e profissional dos nossos alunos. Para este semestre, apresentaremos os seguintes temas.

 

A viabilidade das fontes renováveis de energia no Brasil

Esse projeto pretende propor aos alunos a oportunidade de investigarem as razões pelas quais as chamadas “fontes renováveis” para geração de energia ainda são tão pouco exploradas, apesar da urgência em diminuir a emissão de combustíveis fósseis. Podem ocorrer proposições para conscientizar a população da necessidade inadiável de se iniciar uma campanha para diminuir o impacto gerado pela emissão de combustíveis fósseis bem como de alternativas que minimizem problemas relativos à demanda energética local.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS: Propiciar que os alunos do 1° e 2° anos do EM vivenciem a elaboração de um projeto de pesquisa, através da aplicação do método científico em um tema já definido, buscando que os mesmos aprofundem conhecimentos e recursos necessários ao entendimento do tema, a sua problematização e, se possível, a possíveis proposições de solução à problemática identificada.

 

Expressões Urbanas: os novos protagonistas na arte

As manifestações artísticas expressam o processo de transformação do indivíduo e da realidade que o circunda, sendo produtos da ação humana. Para buscar seu lugar no mundo e dar significado à vida, a Arte se consolida mediante a construção dos símbolos e das expressões culturais, as quais trazem possibilidades de comunicação e de relação com o universo sociopolítico, econômico, identitário. Dessa forma, o foco da investigação deste projeto é instrumentalizar os educandos para a compreensão das manifestações artísticas populares no cenário urbano, como forma de posicionamento, luta e empoderamento na sociedade paulistana.

 

Os anormais, a história social da normalidade

Você já se perguntou o que significa chamar alguém de louco? E depois que assim o chamamos, qual é a rotina ou qual o espaço por onde esse alguém transitará? O pensador Michel Foucault, em seu “História da Loucura” (Histoire de la folie à l’âge classique), compreende a loucura não só como um dilema epistemológico (do grego “episteme” – conhecimento; “logos” – discurso, estudo de.), mas também como uma condição que determina a vida social, material e espacialmente. Se olharmos para a experiência intelectual de Foucault, além da loucura, outros dois centros gravitacionais da sua pesquisa são evidentes: o crime (e seu castigo) e a sexualidade. Se conseguirmos olhar panoramicamente os dados estatísticos sobre prisões e juízos penais, não podemos perceber alguma função muito específica que não o abstrato “fazer justiça”? Ou ainda: os muitos debates sobre a sexualidade e suas mais variadas expressões não trazem consigo um enrijecimento das normas sociais que interferem na vida sexual dos mais diversos grupos?

Neste curso estudaremos as produções paradigmáticas da Modernidade às quais faz referência Foucault, e desdobraremos as consequências críticas que nos apresenta em seu famoso itinerário crítico.

2018-01-29T14:55:31+00:00 29/01/2018|Categorias: Comunicados, Ensino Médio, Mural, Notícias|
Translate »